Esfinge de Gizé

A Esfinge de Gizé

"Decifra-me ou te devoro". Que a Esfinge de Gizé é um dos ícones mais marcantes do Egito, já sabemos. Mas além do charme e mistério que ela emana, por que a esfinge foi construída? Parada obrigatória na sua viagem ao Egito, é necessário sabe mais sobre esse fascinante monumento!


O que é a Esfinge de Gizé?

A Esfinge de Gizé é uma grande estátua de calcário no formato de corpo de leão e cabeça humana adornada. Ela mede 73 metros de largura e 20 metros de altura e alguns pigmentos encontrados sugerem que ela era pintada. Estudos revelam que a mão de obra de cerca de 100 trabalhadores foi utilizada no período de três anos até a conclusão da obra.

Quando a Esfinge de Gizé foi construída?

Ainda há muita especulação sobre quando a esfinge foi construída. Alguns pesquisadores acreditam que ela pertence à dinastia IV e que foi construída por Quéfren, mas outros acreditam que foi seu irmão Djedefre quem encomendou o monumento em homenagem ao seu pai, Quéops, o faraó da Grande Pirâmide de Gizé.

Outro grupo de egiptologistas discute a possibilidade da esfinge ser muito anterior a Quéfren, mas devido à sua localização, a maioria ainda acredita que ela tenha sido construída após Quéops ter assumido o poder. De uma forma ou de outra, isso ainda garante à esfinge pelo menos 4.500 anos de existência - além de adicionar um doce irresistível mistério que só contribui para a popularidade desta.

Por que a Esfinge de Gizé foi construída?

Sabe-se que esfinges eram figuras mitológicas no Egito Antigo e que influenciaram as antigas culturas gregas e asiáticas. Elas eram consideradas guardiãs espirituais em necrópoles e templos. Na maioria das vezes eram apresentadas com a cabeça de faraós. Sendo o planalto de Gizé uma necrópole, nada mais correto do que a construção de uma esfinge a fim de protegê-lo.

Por que a Esfinge de Gizé é importante?

Independentemente de quem tenha ordenado a construção da grande esfinge, é sabido que ela pertence ao Antigo Reino e que tenha sida a primeira ou uma das primeiras esfinges a serem construídas num período em que o Egito florescia economica e culturalmente. Sua localização no planalto de Gizé é uma forte representação disso e de como os egípcios avançavam em tecnologia e conhecimento.


O que aconteceu com a Esfinge de Gizé?

No final do Antigo Reino a estátua foi esquecida e começou a ser engolida pelas areias do deserto. O faraó Tutméses IV (entre 1400 a.C. e 1390 a.C.) tentou restaurá-la e reintroduziu o culto a esfinges, que por um tempo permaneceu, mas depois caiu no esquecimento. Ramsés II foi o próximo a tentar uma escavação, sem sucesso. O corpo da Esfinge de Gizé sofreu com a ação da erosão, o nariz foi danificado e o monumento foi completamente esquecido durante longos períodos da história.

As tropas de Napoleão Bonaparte teriam tentado, em vão, desenterrá-la. Ainda no século XVIII, quando as areias já cobriam até os seus ombros, tentativas feita por Giovanni Caviglia e outros exploradores subsequentes obtiveram tímido sucesso, revelando o peito da esfinge. Foi apenas em 1930 que a esfinge foi totalmente resgatada das areias do deserto e trabalhos de restauração foram feitos.

O monumento entretanto continua a deteriorar devido à ação do vento e umidade. Em 2007 o governo egípcio descobriu que um lençol freático situado abaixo da esfinge estava subindo seus níveis devido ao esgoto proveniente de um canal próximo, e isso criou poros na rocha, causando que ela se partisse e desfizesse em alguns pontos. Bombas subterrâneas foram instaladas para desviar o curso da água.

Como visitar a Esfinge de Gizé?

Durante o seu passeio à necrópole de Gizé. A esfinge faz parte do mesmo sítio arqueológico das Grandes Pirâmides, do Vale do Templo e do Museu do Barco Solar. Vá de carro particular ou táxi. Se preferir ir à noite, aproveite o Show de Luzes e Sons, que projeta cenas históricas num dos lados da grande pirâmide e conta a a história do planalto de Gizé.

 

Avaliações

Angela M e

Angela M e

Um pacote privado com a Memphis, maravilhoso do princípio ao fim Os passeios foram super bem conduzidos por ótimos guias.

Cristina P

Cristina P

Fechamos o pacote via internet e ficamos satisfeitos com o servico da empresa. Guias excelentes no Cairo e no cruzeiro Nilo. Vale muito a pena!

Ivana A

Ivana A

Minha experiencia no Egito com a Memphis Tours foi maravilhosa. Fizemos o cruzeiro pelo Nilo que foi ótimo .

ligia20172017 es

ligia20172017 es

A agência Memphis Tour nos proporcionou uma excelente viagem pelo Egito incluindo Cairo, Gizé, Luxor, Assuã e Abu Simbel


FAQ

Somos uma empresa sob a direção da Memphis Tours, uma das empresas mais reconhecidas e experientes no turismo egípcio, ativa desde 1955. Portanto, nós estendemos diversos benefícios aos nossos clientes. Nossa matriz possui avaliação de 4,9 no Tripadvisor e mais de 8 mil depoimentos. Adaptamos a viagem de nossos clientes aos seus desejos e oferecemos serviço profissional de qualidade, além de facilitar pagamento e oferecer assistência a qualquer momento. 

Não. Nós não aplicamos sobretaxa nos pagamentos via débito ou cartão de crédito.

Pedimos depósito de entrada de 25% do preço total do pacote. Para pacotes de Natal, Ano novo e outras épocas de alta temporada, pedimos depósito de 50%.

Há uma variedade de opções, já que os cruzeiros oferecem pensão completa em buffet ou menu fixo. Cada refeição é servida em horário fixo e as bebidas não são incluídas, incluindo água. Porém, café e chá são servidos o café da manhã e chá da tarde. No caso de refeições especiais como veganas ou diet, essas devem ser mencionadas no ato da reserva. 


Ver mais